Chinesa BYD confirma investimento de R$ 3 Bilhões em nova fábrica no Brasil

Chinesa BYD confirma investimento de R$ 3 Bilhões em nova fábrica no Brasil

A equipe InduXdata Field validou na manhã desta sexta-feira (07/07/23), a confirmação de um projeto que havia validado para sua base de clientes no último trimestre de 2022, a construção de um novo complexo industrial automotivo da Chinesa BYD.

A montadora chinesa BYD (Build Your Dreams) vai realizar a implantação de um complexo industrial para a produção de veículos elétricos em Camaçari (50 km de Salvador) com investimento de R$ 3 Bilhões.

Esta será a primeira indústria de carros elétricos do Brasil. A expectativa é de geração de novos 5.000 empregos diretos, sendo 1.000 deles já na primeira fase de operação da fábrica, prevista para o quarto trimestre de 2024.


Confira investimentos industriais em que clientes InduXdata FECHARAM contratos MILIONÁRIOS:


Detalhes do Projeto Industrial

O complexo será composto por três fábricas. Uma será dedicada à produção de carros elétricos e híbridos, com capacidade estimada em 150 mil unidades ao ano na primeira fase, podendo chegar a 300 mil unidades.

A segunda fábrica vai produzir chassis para ônibus e caminhões elétricos. A terceira indústria será voltada ao processamento de lítio e ferro fosfato e atenderá ao mercado externo, utilizando-se da estrutura portuária da Bahia.

A vice-presidente executiva da BYD e CEO da companhia para as Américas, Stella Li, definiu o investimento como um “marco para a história do Brasil”.

As novas fábricas no Brasil vão permitir a introdução e aceleração da eletromobilidade no país, um movimento chave para combater as mudanças climáticas“, afirmou.

Pacote de benefícios

O pacote de benefícios fiscais oferecido pelo governo da Bahia à montadora chinesa, semelhante ao que era concedido à Ford, inclui uma redução de 95% do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços).

Nesta semana, o governo do estado confirmou a isenção de IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) para os proprietários de carros elétricos com valor até R$ 300 Mil produzidos na Bahia e que vão circular no estado.

A BYD reiterou a intenção de instalar o complexo industrial em Camaçari (BA).

Há uma negociação em curso para que as fábricas ocupem local onde funcionava o antigo complexo industrial da Ford, que encerrou as atividades na Bahia em janeiro de 2021.

Conselheiro da BYD no Brasil, Alexandre Baldy disse que não há entraves entre a montadora chinesa e a Ford e prometeu o anúncio de uma decisão final nos próximos dias.

A possibilidade de a empresa chinesa se instalar na Bahia já vinha sendo especulada desde o início de 2021, quando a montadora americana encerrou as atividades no estado.


anúncio


Protocolo de intenções

No ano passado, o governo da Bahia confirmou a assinatura de um protocolo de intenções com a montadora, que foi validado e entregue a clientes ativos InduXdata, com todos os detalhes do projeto industrial.

O compacto elétrico Dolphin será ser o primeiro automóvel nacional da marca chinesa.

O modelo chega ao mercado brasileiro importado da China e custa a partir de R$ 149,8 mil – o que o coloca entre os mais em conta do segmento no país.

A autonomia pode chegar perto de 400 quilômetros, mas as novas regras estabelecidas pelo Inmetro exigem uma redução de aproximadamente 30% nesse cálculo.

Dessa forma, a marca chinesa afirma que o carro é capaz de rodar 291 km com uma carga completa de suas baterias.

A BYD chegou ao Brasil em 2015, quando inaugurou sua primeira fábrica de montagem de ônibus 100% elétricos em Campinas (SP), com a participação direta de dezenas de clientes InduXdata em todas as etapas do projeto de implantação.

Clientes InduXdata vendem a empresa desde 2015

Estes clientes ativos que utilizam o InduXdata, ainda em 2017, também participaram do projeto de implantação de uma segunda fábrica da companhia chinesa, também em Campinas, para a produção de módulos fotovoltaicos.

Para abastecer a frota de ônibus elétricos, a empresa iniciou, em 2020, a operação de sua terceira fábrica no Brasil, em Manaus, dedicada à produção de baterias de fosfato de ferro-lítio.

Com isso, parte da infraestrutura de fornecimento de componentes já está instalada.

A BYD pretende aproveitar o parque de fornecedores estabelecido na região de Camaçari para acelerar a nacionalização dos futuros lançamentos.

O encerramento das atividades produtivas da Ford no Brasil em 2021 deixou rastro de desemprego, queda na produção industrial e baque em efeito cascata na economia de Camaçari.

A cidade abrigou a primeira indústria de automóveis do Nordeste após uma longa batalha política e fiscal na década de 1990 e virou um polo de desenvolvimento nos anos seguintes.


Confira investimentos industriais em que clientes InduXdata FECHARAM contratos MILIONÁRIOS:


Mercado de elétricos e híbridos aumenta

O BVMI confirmou que as vendas totais de veículos elétricos e híbridos plug-in ao redor do globo tiveram um grande aumento em 2022, com mais um recorde.

Foram mais de 10 milhões de veículos foram vendidos ano passado, o que corresponde a um elétrico para cada sete carros entregues, por exemplo, segundo relatório da Agência Internacional de Energia (AIE).

Os números ajudam a entender a dimensão da mudança. Até 2017, as vendas de carros elétricos e híbridos recarregáveis em tomadas tinha proporção bem diferente: era apenas uma unidade para cada 70 veículos a combustão vendidos, por exemplo.

Segundo o relatório da AIE, obtido pelo portal Bloomberg Linea, 13% dos novos veículos vendidos ano passado tem motores elétricos.

Caso o crescimento nas vendas continue, existe a possibilidade de que se alcance o cenário de Zero Emissões Líquidas até 2050.

No entanto, a produção de veículos elétricos gera cerca de 16% das emissões mundiais de carbono na atmosfera. Ou seja, um contrassenso. Mas as fabricantes estão reduzindo emissões nos processos.

Dados afirmam que as vendas de veículos à combustão atingiram o ápice em 2017, com um total de 86 milhões de unidades.

Enquanto isso, foram 69 milhões de unidades em 2022. Dessa forma, a venda maior de elétricos e híbridos avançam cada vez mais rápido.

América Latina é destaque

No caso da América Latina, os emplacamentos de híbridos plug-in e elétricos aumentaram 21,7% nos últimos dois anos.

As informações, no entanto, partem de dados de oito países que os disponibilizam a partir de associações locais.

No total, 143.281 veículos dos dois tipos tiveram novos lares, o que, de fato, representa 25 mil unidades a mais do que em 2021, por exemplo.

Com o crescimento dos carros que recarregam em tomadas, a América Latina atrai investidores.

O México, por exemplo, receberá uma fábrica da Tesla na região de Nuevo León. Além disso, há os recentes investimentos de General Motors, BMW e Ford e outras marcas.


Confira investimentos industriais em que clientes InduXdata FECHARAM contratos MILIONÁRIOS:


Vendas totais AL

Veja abaixo os cinco países da América Latina com maior número de vendas totais de veículos eletrificados (elétricos, híbridos e híbridos plug-in) no ano passado.

Os dados são da Associação para a Mobilidade Sustentável (Andemos) e demais associações locais.

  • Brasil: 57.700 unidades
  • México: 39.477 unidades
  • Colômbia: 27.845 unidades
  • Argentina: 8067 unidades
  • Chile: 7.318 unidades.

No Brasil, ainda não há um plano claro do Governo Federal para a transição da matriz energética dos carros.

Entretanto, o bom ritmo de crescimento de vendas de elétricos no país é animador. Sobretudo ao somar os emplacamentos de híbridos.

Clientes InduXdata vendem mais no mercado industrial

Para empresas que atuam no mercado automotivo e desejam estar à frente de seus concorrentes, contar com o InduXdata é essencial.

A plataforma oferece informações atualizadas e precisas sobre projetos industriais, incluindo detalhes técnicos, validações antecipadas e dados dos profissionais envolvidos.

Dessa forma, é possível maximizar as oportunidades de negócio e obter sucesso em um mercado tão competitivo como o da indústria automotiva.

Isso permite que eles iniciem o trabalho de prospecção antes mesmo de seus concorrentes, garantindo uma vantagem competitiva significativa no mercado.

A estimativa é que mais de 60% do CAPEX deste novo complexo industrial automotivo, seja atendido de forma direta por clientes InduXdata, performance que vem se repetindo nos projetos já concluídos pela chinesa BYD no mercado brasileiro.

Fonte – Equipe BVMI – InduXdata Field

Dica do BVMI – Trabalhe na BYD Brasil, acesse “CARREIRAS“, desejamos a todos boa sorte nos negócios e em seu processo de recolocação!

Dica de negócios 

A indústria nacional em 2023 tem investimentos (previstos) de R$ 3,1 TRILHÕES entre Projetos Greenfield, novos complexos industriais, expansão e atualização de suas plantas fabris e outros.

Clientes CityCorp, fecharam mais de R$ 709 MILHÕES em vendas industriais até a primeira quinzena de junho de 2023!

Eles já sabiam destes investimentos com antecedência, tinham em mãos quem eram as pessoas responsáveis pelos projetos, tem a mentoria personalizada de um manager com mais de 35 anos de expertise no mercado industrial, agilizando o contato assertivo (com os decisores).

Eles estão fechando rentáveis negócios na cadeia de fornecedores formada para atender as necessidades de centenas de demandas para este projeto greenfield desta Gigante Chinesa do Setor Automotivo no mercado brasileiro e América Latina.

Este e mais de 18 mil investimentos industriais privados estão à disposição de nossos clientes ativos, através de um Big Data único. Conheça o InduXdata e venda com relacionamento, inteligência e rentabilidade no mercado industrial.

Dica de OURO 

O segundo semestre de 2024 começou, prepare sua EQUIPE COMERCIAL. Contrate o In Company: MasterClass Vendas Industriais. Leve para sua empresa no formato In Company Licio Melo, maior especialista em vendas industriais do País. Contrate para sua equipe um presencial exclusivo já aplicado In Company em dezenas de multinacionais na América Latina. Desenvolva seu planejamento comercial estratégico utilizando Inteligência Preditiva Comercial (IPC), acesse mais informações.

Dica de LEITURA

Compre para sua equipe A BÍBLIA DE VENDAS INDUSTRIAIS. Aprenda a vender com quem vende todos os dias no mercado industrial há mais de 35 anos.

Livro obrigatório para quem deseja entender como funciona de verdade o mercado industrial brasileiro, e obter resultados reais com crescimento em qualquer setor industrial. Compre agora seu exemplar, aproveite o FRETE GRÁTIS para todo o País.

Dica de LEITURA

Compre para sua equipe A BÍBLIA DE VENDAS INDUSTRIAIS. Aprenda a vender com quem vende todos os dias no mercado industrial há mais de 35 anos.

Livro obrigatório para quem deseja entender como funciona de verdade o mercado industrial brasileiro, e obter resultados reais com crescimento em qualquer setor industrial. Compre agora seu exemplar, aproveite o FRETE GRÁTIS para todo o País.